Apresentação
Não abre vagas no ano letivo 2020/2021

Objetivos do curso

O presente mestrado pretende proporcionar uma visão aprofundada da Economia da Inovação e do Empreendedorismo a recém-licenciados e a profissionais com experiência, mediante a oferta de uma formação avançada e interativa atual e em conformidade com as exigências do mercado de trabalho. Concretamente, o Mestrado em Economia da Inovação e Empreendedorismo tem como objetivos:

a) Assegurar uma sólida formação de base com particular exigência nas áreas da economia industrial e da inovação;

b) Aprofundar conhecimentos através de aplicações empíricas, de seminários transversais, de visitas a entidades públicas e privadas e da aplicação dos instrumentos técnico-científicos apreendidos à realidade;

c) Aprofundar competências em matérias de trabalho em grupo, de escrita e de comunicação;

d) Colocar o acento sobre a criatividade em vez da acumulação passiva de soluções;

e) Desenvolver a capacidade de analisar situações e de encontrar soluções integradas para os problemas relacionados com a inovação e o empreendedorismo nas sociedades modernas.

Em paralelo, espera-se que o mestrado promova a criação e a divulgação de investigação científica com projeção nacional e internacional nesta importante área do conhecimento ou que promova a criação da sua própria empresa em área de atividade inovadora e com capacidade de exportação.

Condições de Acesso

O Curso de Mestrado em Economia da Inovação e Empreendedorismo é particularmente relevante e dirigido a quem exerce funções, ou pretende desenvolver a sua atividade profissional, em agências de desenvolvimento, associações empresariais, municípios, gabinetes de consultadoria, áreas metropolitanas, comissões de coordenação para o desenvolvimento, entidades viradas para a promoção do desenvolvimento empresarial, assim como outras instituições públicas ou privadas que tenham ou promovam o Empreendedorismo e a Inovação como objetivos estratégicos de desenvolvimento.

Poderão candidatar-se ao curso:

a) Titulares de uma licenciatura, cujo curriculum revele uma adequada preparação científica de base;

b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;

c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Faculdade de Economia;

d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Faculdade de Economia.

Organização do Curso

O mestrado em Economia da Inovação e Empreendedorismo está organizado em duas componentes curriculares:

a) uma componente letiva, que se designa por curso de especialização, com a creditação de 60 ECTS, a qual tem uma duração de dois semestres;

b) uma componente, não letiva, para efeitos de elaboração de uma Dissertação ou de um Relatório de Estágio ou de um Projeto Aplicado, com a duração de um semestre e uma creditação de 33 ECTS.

A carga letiva de cada unidade curricular é de 18 ou 24 horas e corresponde apenas a parte do tempo que se espera que os mestrandos dediquem a cada unidade curricular, sendo a maioria do trabalho realizado fora do período de aulas. Os alunos que tenham concluído com aproveitamento a componente letiva poderão requerer um diploma de especialização em Economia de Inovação e Empreendedorismo.

Apresenta-se, seguidamente, uma síntese de alguns dos conteúdos programáticos discutidos no âmbito de cada uma das unidades curriculares do mestrado:

- Desenvolvimento Industrial: 1. Mudança tecnológica e competências profissionais; 2. Desigualdade e crescimento económico; 3. Economias de aglomeração e desenvolvimento regional; 4. Inovação, competição e produtividade; 5. Capital humano e carreiras no empreendedorismo; 6. O empreendedor enquanto generalista vs. especialista; 7. Do fordismo aos modelos de especialização flexível; 8. Distritos industriais, meios inovadores e sistemas territoriais de produção; 9. Dinâmicas territoriais de aprendizagem: a abordagem da escola californiana; 10. Globalização e a distribuição espacial das atividades económicas.

- Economia da Inovação: 1. Introdução: a inovação nas sociedades modernas; 2. Inovação e a mudança tecnológica; 3. Inovação na Teoria Económica; 4. Produção dos conhecimentos científicos e tecnológicos utilizados para a inovação; 5. Medição da inovação e fontes da inovação; 6. Processo de aprendizagem tecnológica; 7. Estratégias tecnológicas das empresas; 8. Política industrial e tecnológica; 9. Inovação e crescimento económico.

- Empreendedorismo e Criação de Empresas: 1. Introdução ao empreendedorismo; 2. O ciclo do empreendedorismo; 3. Das ideias à realidade: criatividade, inovação e empreendedorismo; 4. O plano de negocio; 5. A viabilidade das ideais de negócio – modelo das sete dimensões; 6. Compreender a estratégia nos pequenos negócios; 7. O estudo de mercado e o Marketing de guerrilha; 8. A viabilidade financeira e a dimensão financeira do plano de negócio.

- Marketing e Estratégia Empresarial: 1. Evolução da Gestão; 2. Gestão por processos; 3. Da economia moderna à economia pós-moderna; 4. O conceito da estratégia e a sua evolução; 5. A competitividade no século XXI; 6. Marketing como conceito; 7. Evolução do marketing face a inovação contínua; 8. O ciclo de vida dos produtos e a experiência; 9. Das 5 Ps às Vs: Valor do cliente, valor da proposta, valor da empresa; 10. Do focar no produto ao focar no cliente; 11. Das preferências do mercado às tendências do mercado; 12. Esquema do marketing interativo e o princípio O.C.A.R.A.

- Gestão da Informação e do Conhecimento: 1. Conceitos e abordagens à Gestão do Conhecimento; 2. Gestão da informação e do conhecimento em tempo real; 3. Processo de gestão do conhecimento; 4. Modelação empresarial e arquitectura da informação; 5. Tecnologias de gestão da informação e do conhecimento.

- Políticas da Inovação e do Desenvolvimento Empresarial: 1. Processos de inovação em contexto político; 2. Política regional de inovação versus política nacional da inovação; 3. Avaliação dos instrumentos de política de inovação; 4. Inovação, desenvolvimento empresarial e sustentabilidade; 5. Restrições e limites à política da inovação.

(*) Poderá sofrer algumas alterações e atualizações.

Calendário e Horário

O primeiro trimestre do curso tem início em setembro e as aulas funcionam na sala Becorporate - Consultoria e Projetos de Investimento, sita nas instalações da Faculdade de Economia, sector das pós-graduações, em regime pós-laboral às sextas-feiras, das 18h30 às 20h00 e das 20h30 às 22h00, e aos sábados, das 9h30 às 11h00 e das 11h30 às 13h00. Em situações excecionais poderá ser necessário agendar aulas (ou seminários para os quais os alunos serão convidados) às quinta-feiras, das 18h30 às 20h00 e das 20h30 às 22h00.

Funcionamento do Curso

As estratégias pedagógicas usadas no curso de mestrado são variadas e complementares, destacando-se o recurso a aulas expositivas e participativas, a utilização de aplicações informáticas, o recurso a case studies, os trabalhos em grupo, os seminários de especialistas convidados e as visitas a empresas e outras entidades. A avaliação em todas as unidades curriculares que compõem o curso englobará obrigatoriamente uma prova escrita individual. A avaliação poderá contemplar outras componentes, de natureza facultativa, cuja nota só contará para efeitos de classificação final caso melhore o resultado da avaliação final na unidade curricular. Apesar do português ser a língua de funcionamento corrente do curso, alguma da bibliografia recomendada, bem como o material explorado nas aulas, poderá ser em língua inglesa.

Corpo Docente

O Mestrado em Economia da Inovação e Empreendedorismo conta com a colaboração de cerca de 12 docentes, a maioria dos quais doutorados nas áreas da Economia ou da Gestão e pertencentes a centros de investigação classificados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia com Muito Bom ou Excelente.

Para além dos docentes da Faculdade de Economia, o mestrado conta também com a colaboração de docentes de outras instituições de ensino superior e de profissionais com grande experiência. Colaboram neste mestrado, entre outros, os seguintes docentes:

Adão Flores - aflores@ualg.pt Adão tem doutoramento em Gestão mestrado em Ciências Económicas e Empresariais. É Professor auxiliar na Faculdade de Economia da Universidade do Algarve e membro do Centro de Investigação sobre Espaço e das Organizações (CIEO). Os seus temas de investigação principais são Gestão e Governança de Destinos Turísticos, Inovação em Turismo e Desenvolvimento de Produtos. Na universidade, coordena o Grupo de Empreendedorismo e é também membro da Direção do Doutoramento em Turismo.

António Miguel Amaral - miguel.amaral@ist.utl.pt António é doutorado em Engenharia e Gestão Industrial pelo IST - Universidade de Lisboa. Possui mestrado em Engenharia e Gestão de Tecnologia, pós-graduação em Ciências da Comunicação e licenciatura em Economia. Trabalha, atualmente, como Professor Auxiliar titular no Departamento de Engenharia e Gestão do IST – Universidade de Lisboa e como Investigador Associado e Co-director do Centro de Estudos em Inovação, Tecnologia e Políticas de Desenvolvimento, IN+/IST, onde também dirige o Laboratório de Políticas Tecnológicas e de Gestão. As suas principais áreas de investigação e ensino são o Empreendedorismo, Inovação, Dinâmica Industrial e Capital Humano, sobre as quais tem publicado diversos artigos em revistas e livros científicos de circulação internacional.

Carlos Cândido - ccandido@ualg.pt Carlos é professor auxiliar na Faculdade de Economia da Universidade do Algarve e membro integrado do centro de investigação CEFAGE. É também diretor do curso de Mestrado em Economia da Inovação e Empreendedorismo. O professor Carlos Cândido é detentor do grau de mestre em Gestão, Estratégia e Desenvolvimento Empresarial pelo Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), e do grau de doutor em Gestão Estratégica pela Sheffield Hallam University. Os seus principais interesses de investigação são na área da gestão estratégica e gestão da qualidade, e os seus trabalhos têm sido publicados em revistas científicas nacionais e internacionais, incluindo a International Journal of Operations & Production Management, a Total Quality Management & Business Excellence e o Journal of Management & Organization. Tem também publicado alguns livros entre os quais “Estratégia Empresarial – Conceitos, Processos e Instrumentos”, da editora Sílabas & Desafios.

Dinis Caetano - dinismccaetano@gmail.com Dinis Dinis Caetano é professor assistente convidado na Faculdade de Economia da Universidade do Algarve e investigador especializado no domínio do empreendedorismo, com recentes trabalhos realizados para o Instituto Superior Técnico (Universidade de Lisboa) e Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. É detentor do grau de mestre em Economia da Inovação e Empreendedorismo pela Universidade do Algarve e, atualmente, é doutorando de Ciências Económicas e Empresariais da mesma Universidade. Os seus principais interesses de investigação, nas áreas do empreendedorismo e incubação de empresas surgiram no âmbito da sua experiência durante 12 anos como diretor de uma incubadora de empresas vocacionada para a criação e consolidação de empresas startups, seguida de sólida formação académica. Tem artigos publicados em revistas científicas e tem dado o seu contributo à divulgação do empreendedorismo e da inovação através de artigos de opinião em jornais regionais e nacionais. É autor do livro “Empreendedorismo e Incubação de Empresas – Uma aplicação ao caso português”, publicado em 2012 pela editora Bnomics (Lisboa).

Fernando Félix Cardoso - fcardoso@ualg.pt Fernando Félix Cardoso é licenciado em Economia e em Gestão de Empresas pela ESESE / Évora e Mestre em Ciências Empresarias pelo ISCTE. Tem ainda um Mestrado Executivo em Ativos e Mercados Financeiros também concluído no ISCTE e um Programa de Direção de Empresas na AESE/IESE (U. Navarra). Foi CFO executivo de várias empresas na área imobiliária, financeira (banca de investimentos), industrial e de serviços no decurso da sua carreira profissional. Atualmente é professor auxiliar convidado da Faculdade de Economia da Universidade do Algarve, professor convidado do IDEFE (ISEG) e é Visiting Professor na NOVAFORUM (Nova School of Business and Economics). Membro do CIEO, é proprietário de uma empresa de consultadoria. As suas principais áreas de interesse são: Banking Industry, Corporate Finance, Corporate Governance e Family Firms.

Jorge Andraz é professor auxiliar com agregação na Faculdade de Economia da Universidade do Algarve e membro integrado do CEFAGE-UE. É também diretor do curso de Mestrado em Economia. É autor de vários livros relacionados com a temática dos efeitos macroeconómicos dos investimentos públicos, e de vários artigos científicos publicados em jornais internacionais nas áreas da econometria aplicada, focados essencialmente nas questões do crescimento económico, impactos das políticas públicas e turismo.

Maria José Madeira Silva - msilva@ubi.pt Maria José é doutorada em Gestão pela Universidade da Beira Interior e possui Agregação em Gestão, com a monografia intitulada “Inovação no Processo Empreendedor”. Docente na UBI, onde ensina Empreendedorismo ao nível de Licenciatura, Mestrados e Doutoramentos. Presentemente é Diretora do Curso de Mestrado em Empreendedorismo e Criação de Empresas. Coordenadora do Curso de Empreendedorismo de Base Tecnológica, que é desenvolvido e parceria com a Universidade de Aveiro e Universidade de Coimbra. Coordenadora Científica do Projeto Internacional INESPO II (Innovation Network Spain-Portugal) Rede de Transferência de Conhecimento Universidade - Empresa. Região Centro de Portugal - Castilha y León. Coordenadora do Laboratório Empreendedor do Projeto IDEARIA – Programa Cidadania Ativa, financiado pela Calouste Gulbenkian. Investigadora como membro integrado do CIEO - Centro de Investigação sobre Espaço e Organizações. Áreas de interesse: Inovação e Empreendedorismo Tecnológico.

Miguel Torres Preto - miguel.preto@dem.ist.utl.pt Miguel é doutorado em Engenharia e Gestão Industrial pelo Instituto Superior Técnico, Universidade Técnica de Lisboa (2009). Os seus interesses de investigação centram-se no impacto económico do empreendedorismo, inovação e conhecimento no indivíduo, na empresa e na região. Entre outras publicações científicas, publicou vários capítulos de livros e artigos em revistas científicas internacionais, de onde se destacam, Journal of International Business Studies, Small Business Economics e European Economic Review. O trabalho desenvolvido tem sido selecionado para várias conferências científicas internacionais, designadamente, Academy of Management, Strategic Management Society e Babson Consortium on Entrepreneurship Research. Tendo, em 2013, ingressado na FEUC, exerce atividade docente desde 2010 na área da Gestão, especificamente, em unidades curriculares centradas na Estratégia e Empreendedorismo. Atualmente, é co-coordenador do Mestrado em Gestão da FEUC e participa projetos de investigação ligados a temas como o fecho de multinacionais, as universidades empreendedoras ou a inter-relação entre desigualdade e empreendedorismo.

Silvia Fernandes - sfernan@ualg.pt Sílvia é professora auxiliar na Faculdade de Economia da Universidade do Algarve e membro integrado do CIEO - Centro de Investigação sobre o Espaço e as Organizações. É doutorada em Economia da Informação pela mesma faculdade. Leciona unidades curriculares como Tecnologias de Informação, Sistemas de Informação, Economia da Inovação e Empreendedorismo e Inovação em licenciaturas e mestrados. Publicou vários trabalhos relacionados com tecnologias e inovação em atas de conferências e congressos e em revistas nacionais e internacionais tais como a European Planning Studies, a Technology in Society, o Journal of Technology Management & Innovation e a Revista Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação.

Teresa de Noronha - mtvaz@ualg.pt Teresa é Professora Catedrática de Economia e Diretora do Doutoramento em Gestão da Inovação e do Território na Universidade do Algarve. Foi Presidente do Centro de Investigação sobre o Espaço e as Organizações entre 2007 e 2015. Nas últimas três décadas investigou sobre os comportamentos empresariais face à inovação e as estratégias de desenvolvimento para os territórios rurais e das pequenas e média cidades. Foi ainda professora convidada nas universidades de Paris I, Ghent University, University of Bologna e University of Toronto. Tendo coordenado vários projetos nacionais e europeus, editou uma dezena de livros internacionais e publicou cerca de duas centenas de trabalhos científicos, a maior parte dos quais em revistas de reconhecido mérito internacional e referenciadas pelo SCI. Entre as suas obras mais citadas, destaca-se a série de três livros: New European Rurality: Strategies for small firms, 2006, Traditional Food Production and Rural Sustainable Development: a European challenge, 2009 (1ª edição) e 2016 (2ª edição) e Towns in a Rural World, 2013 – publicados pela Routledge, Taylor and Francis, Londres e Nova York.

 
Saídas Profissionais

O Curso de Mestrado em Economia da Inovação e Empreendedorismo é particularmente relevante e dirigido a quem exerce funções, ou pretende desenvolver a sua atividade profissional, em agências de desenvolvimento, associações empresariais, municípios, gabinetes de consultadoria, áreas metropolitanas, comissões de coordenação para o desenvolvimento, entidades viradas para a promoção do desenvolvimento empresarial, assim como outras instituições públicas ou privadas que tenham ou promovam o Empreendedorismo e a Inovação como objetivos estratégicos de desenvolvimento. A criação da sua própria empresa (e emprego) é também uma saída profissional relevante.